IMC promove encontro com gestores do Programa REM Acre Fase II

Autor: Ângela Rodrigues

O governo do Acre, por meio do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais (IMC), realizou nesta quinta-feira, 7, o I Encontro das Subexecutoras do Programa REM Acre Fase II com objetivo de identificar os desafios e planejar ações conjuntas para o aprimoramento na execução do programa. O evento foi realizado no auditório da Procuradoria Geral do Estado (PGE), com público reduzido, obedecendo os protocolos sanitários contra a Covid-19.

A presidente do IMC, Degmar Ferreti, destaca a importância em construir agendas de trabalho positivas em sinergia com as secretarias para a melhor execução do Programa REM Acre.

Presidente do IMC, Degmar Ferreti, destaca a importância em construir agendas de trabalho colaborativas com as executoras do Programa REM Acre. Foto: IMC/Arquivo

“Essa aproximação para troca de informações entre as executoras é de suma importância para identificarmos os gargalos e desenvolvermos atividades em parceria para alcançar melhores resultados, otimizando recursos financeiros e de pessoal. O IMC possui como uma de suas atribuições o monitoramento na implementação e impacto dessas atividades junto às comunidades e terras indígenas. Acreditamos que ao final desse encontro possamos traçar umas estratégias de ações, de forma integrada, visando garantir a eficiência na realização das ações”.

O secretário estadual de Meio Ambiente e das Políticas Públicas Indígenas (Semapi), Israel Milani, reforçou a importância em integrar secretarias e estabelecer estratégias para garantir a eficiência na realização das ações.

O coordenador da Unidade de Coordenação do Programa REM, na Secretaria de Planejamento e Gestão (UCP/REM/Seplag), Elison Reis, apresentou uma prestação de contas do volume de recursos e da execução dos projetos que beneficiam comunidades tradicionais, extrativistas e indígenas.

A chefe de Departamento do Monitoramento do IMC, Nazaré Macedo, apresentou a grade de programação do evento e realizou uma breve contextualização sobre a estrutura de governança do Sisa e seus programas, em especial, o ISA Caborno, considerado o mais avançado programa governamental de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal (REDD) implementado no Acre, por meio do Programa REDD Early Movers – REM, sigla em inglês para “REDD+ para pioneiros).

Chefe de Departamento do Monitoramento do IMC, Nazaré Macedo, conduz encontro com as subexecutoras do Programa REM Acre Fase II. Foto: Diego Gurgel/Secom

Em seguida, Nazaré Macedo passou a oportunidade a cada gestor para apresentação das ações desenvolvidas em cada secretaria, por subprogramas: Agricultura Familiar Sustentável, Pecuária Diversificada Sustentável e Fortalecimento Institucional.

Ao longo da programação, os gestores participaram das rodadas de diálogo estratégico com objetivo de definirem ações conjuntas para o aprimoramento na execução do Programa REM Acre Fase II.

Gestores definem estratégias para aprimoramento do Programa REM Acre Fase II. Foto: Diego Gurgel/Secom

Participaram do encontro gestores que coordenam as ações do programa nas seguintes secretarias e instituições públicas: Secretaria de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi), Companhia de Desenvolvimento e Serviços Ambientais (CDSA), Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa), Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac), Secretaria de Estado da Educação Cultura e Esportes (SEE), Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (SEET), Unidade de Coordenação do Programa REM, na Secretaria de Planejamento e Gestão (UCP-REM/SEPLAG) e Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre (CBMAC).  O evento contou ainda com a importante contribuição da consultoria internacional para a implementação do Programa REM Acre – Fase II, GFA Consulting Group em parceria com o Earth Innovation Institute (EII).