Estado incentiva bovinocultura de qualidade com projeto Pecuária mais Eficiente

Autor: Neide Santos | 11/09/2020

O projeto Pecuária Mais Eficiente vem sendo implementado pelo governo do Acre por meio da Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa) com recursos do Programa REM (REDD Early Movers – em português: REDD+ para pioneiros) contemplando, dentro do sistema produtivo da pecuária, os eixos gestão genética, nutrição, sanidade e manejo.

Um dos principais atributos do projeto se refere à perspectiva de ganhos que o produtor passará a ter dentro da propriedade Foto: Cedida.

Os recursos do Programa REM Fase II são destinados pela República Federal da Alemanha e o Reino Unido por meio do KfW (Banco de Desenvolvimento da Alemanha) para pagamento por resultados em Redução de Emissões de Gases de Efeito Estufa Provenientes do Desmatamento e da Degradação Florestal (REDD+).

O Pecuária Mais Eficiente é um programa voltado para melhoria de ganhos ao produtor mediante a adoção de iniciativas simples de baixo impacto ambiental, ou seja, aproveitando melhor as áreas de pastagens já degradadas e sem desmatar novas áreas.

Entre as iniciativas, o programa estabelece, por exemplo, a divisão de pastagens, suplementação mineral adequada, taxa de lotação de uma para uma vaca e meia, e também o seguimento de um cronograma sanitário reprodutivo animal, entre outros.

Na prática, o projeto será apresentado mediante a instalação de unidades demonstrativas (UD), inicialmente em 15 municípios do Acre, em propriedades de até 200 hectares de pasto.

Na prática, o projeto será apresentado mediante a instalação de unidades demonstrativas (UD), inicialmente em 15 municípios do Acre Foto: Cedida.

O governo irá fornecer os principais insumos, como calcário e adubo, e o produtor entra com a contrapartida, dispondo seus rebanhos e fazendo a divisão da área, nesse caso, a UD, com tamanho médio de dez hectares, onde o pastejo ocorra no formato de rodízio.

Segundo o agrônomo Nilton Cézar Vilela, responsável técnico, as UDs atualmente já estão sendo instaladas nos municípios de Feijó e de Cruzeiro do Sul, sendo que em Cruzeiro a pecuária mais eficiente terá duas unidades demonstrativas, uma de corte e outra de leite.

“Importante ressaltar que o apoio e o acompanhamento técnico será dado pelos escritórios locais, onde serão implementadas as unidades. Caberá ao produtor a tomada de decisão em seguir as orientações técnicas, melhorar os índices zootécnicos e a eficiência produtiva da propriedade”, explicou Niton Cézar.

Os municípios contemplados são Acrelândia, Assis Brasil, Plácido de Castro, Brasileia, Epitaciolândia, Senador Guiomard, Rio Branco, Porto Acre, Sena Madureira, Manoel Urbano, Feijó, Tarauacá, Cruzeiro do Sul, Xapuri e Bujari.

Fonte: agencia.ac.gov.br