MONITORAMENTO DE EVENTOS EXTREMOS

O desequilíbrio ambiental – decorrente da ocupação e uso inadequado do solo; da degradação de nascentes e matas ciliares, entre outros fatores – provoca problemas que impactam seriamente a segurança e a qualidade de vida no planeta. Um exemplo disso é o aumento da frequência e intensidade de eventos extremos de chuva e de seca em diferentes regiões do mundo, em decorrência de alterações no ciclo da água (hidrológico) observadas globalmente.

Frente a este cenário, a Unidade de Situação e Monitoramento de Eventos Hidrometeorológicos ocupa um importante papel: o monitoramento diário de tempo, clima, níveis de rios e focos de calor em todo o território do Acre, com o objetivo de identificar com antecipação a ocorrência de eventos críticos, como enchentes e secas.

Inaugurada em 26 de abril de 2013, a Unidade de Situação funciona como centro operacional de monitoramento hidrometeorológico do Estado do Acre e está vinculada à Comissão Estadual de Gestão de Riscos Ambientais (CEGdRA). A gestão da Unidade é feita de forma compartilhada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), a Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac), e Instituto de Mudanças Climáticas (IMC), com o apoio do Gabinete Civil.

Boletins diários da Unidade de Situação e Monitoramento

Relatórios do tempo

Relatórios de queimadas

Manual de Operação