Integração dos estados para o Dia da Amazônia na COP 23 é tema da Câmara de Comunicação

A Câmara de Comunicação, um dos cinco eixos de debate na 16ª edição do Fórum de Governadores da Amazônia Legal, discutiu estratégias para promover a integração e a divulgação dos nove estados que compõem a Amazônia Legal durante a COP 23, realizada entre os dias 6 e 17 de novembro, em Bonn, na Alemanha.

Pela primeira vez, a Conferência das Partes da ONU sobre Mudanças Climáticas vai contar o Dia da Amazônia em sua programação paralela, por isso a necessidade de alinhar e integrar os discursos, os desafios e as políticas públicas de cada estado, principalmente na área ambiental, com o objetivo de atrair investidores internacionais.

“A Amazônia é uma marca internacional. Não é o Acre ou qualquer outro estado que está levando sua mensagem individual. É a Amazônia como um todo, o que tem um apelo muito maior nesse debate e pode fortalecer o Fórum de Governadores”, avalia Andréa Zílio, secretária de Comunicação do Acre e mediadora da câmara.

Zílio relembra que, na COP 21, Acre e Mato Grosso estiveram presentes com programações distintas e não tiveram a mesma repercussão. Ela acredita que com essa integração, a Amazônia pode atrair investidores internacionais, como o KfW, banco alemão de desenvolvimento que repassou R$ 100 milhões para que o Acre pudesse dar continuidade às suas políticas de baixa emissão de carbono. Agora, Mato Grosso segue o mesmo caminho.

Para o Dia da Amazônia na COP 23, será exibido um vídeo institucional de cada estado. No debate entre os secretários de Comunicação, o Acre ficou responsável por recolher todos os vídeos até o dia 31 de outubro e fazer a finalização desse material. Cada vídeo deve conter de um a dois minutos, com imagens promocionais de cada estado.

Portal integrado

A primeira pauta a ser debatida na Câmara de Comunicação foi a criação de um portal colaborativo entre os estados da Amazônia Legal, em desenvolvimento pelo Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam). O portal vai conter um histórico do fórum, informações sobre cada estado, aspectos de convergência e divergência entre eles, suas políticas públicas e os desafios para o desenvolvimento da região como um todo.

Junto com o portal, foi discutida a consolidação da identidade visual do fórum, com a elaboração de um manual de uso da marca. Outra pauta dentro da Câmara de Comunicação foi a contratação de uma agência de comunicação para fazer a articulação dos estados na imprensa internacional durante a COP 23. Esse trabalho de divulgação é importante para que a mensagem da Amazônia seja repercutida mundialmente.

 

Texto: Bleno Caleb
Foto: Angela Peres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *